Acessibilidade

Museu e os Públicos Especiais

A pesquisa visa à inclusão de pessoas com deficiência visual através da criação de exposição tátil no Museu Nacional/UFRJ, tomando como base visitas a espaços culturais acessíveis e bibliografia das áreas de deficiência visual, museologia, inclusão e acessibilidade. Para tanto, realizamos treinamento de mediadores e funcionários para favorecer a acessibilidade atitudinal para atendimento com excelência aos visitantes. A seleção das peças da coleção didática e replicagem bem como as formas de expor serão testadas pelo usuário. Utilizaremos o método Braille, sonorização e/ou mediação humana. Assim, em reconhecimento ao direito à diversidade, pretendemos estimular o sentido de pertencimento e oferecer educação não formal de qualidade compatível com a percepção de cada indivíduo. Propomos o museu inclusivo, estruturado para acolher e propiciar participação plena, igualdade de oportunidades de usufruir o bem público.

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS

A SAE conta com 2 mediadoras, 1 surda e outra intérprete de LIBRAS, preparadas para realizar visitas educativas utilizando a Língua Brasileira de Sinais. Solicitamos contato prévio. Para tanto, use o email: sae@mn.ufrj.br

DSCN1221

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s