Projeto “O Museu Nacional e a Comunidade Escolar do Rio de Janeiro”

Em julho teve início a segunda fase do Projeto “O Museu Nacional e a Comunidade Escolar do Rio de Janeiro”, uma realização da SAMN, com patrocínio da BG Brasil, em colaboração com a Seção de Assistência ao Ensino (SAE) e o Departamento de Geologia e Paleontologia do Museu Nacional (DGP).

 O Projeto visa contribuir com a formação de docentes nos campos da educação em museus e das geociências e promover uma maior integração entre o Museu Nacional e as instituições de ensino do Rio de Janeiro.

Na primeira etapa, os professores selecionados participaram do Curso de Extensão Descobrindo a Terra, composto por aulas ministradas pela equipe de pesquisadores do Departamento de Geologia e Paleontologia do Museu Nacional e pelas educadoras da SAE.  No âmbito do Curso, os professores realizaram um trabalho de campo nos municípios de Cabo Frio e Búzios, locais com as rochas mais antigas do Estado do Rio. Os professores cursistas revelaram que suas impressões acerca do curso foram majoritariamente positivas. (Maiores informações em: https://saemuseunacional.wordpress.com/2016/07/26/projeto-descobrindo-a-terra-1a-etapa-concluida/)

 Agora, na segunda fase, os professores cursistas estão retornando ao Museu Nacional, só que agora acompanhados de seus alunos. Para as visitas, os professores tem planejado  atividades que vem enriquecendo a experiência de seus alunos no museu e tem contado com a colaboração dos mediadores da SAE. O Projeto viabiliza o deslocamento dos estudantes e professores até o Museu, por meio do aluguel de ônibus.

Dificuldades enfrentadas por professores do ensino fundamental no ensino de geociências são o distanciamento do processo de construção do conhecimento em Geologia e a carência de disciplinas em sua formação. Nesse sentido o MN, importante centro de pesquisa, ensino, preservação e socialização de um riquíssimo acervo de Ciências Naturais, pode ser entendido como um locus privilegiado para a promoção da educação científica. Sendo assim, a realização de um curso para professores do ensino fundamental com profissionais de Geociências e Educação Museal busca contribuir para a superação das referidas dificuldades e para a autonomia docente.

Paralelamente às visitas, os cursistas desenvolverão um exposição itinerante que percorrerá suas escolas, visando à ampliação do alcance social do projeto e o estímulo à produção intelectual dos docentes. Assim, objetiva-se gerar conhecimentos e metodologias que subsidiem projetos educacionais desenvolvidos junto ao público escolar que tenham real capacidade de intervenção na sociedade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s