Registros do I Fórum sobre Inclusão em Museus | 13 e 14/07

Nos dias 13 e 14 de julho mais de uma centena de pessoas participaram do I Fórum sobre Inclusão em Centros e Museus de Ciência e Tecnologia, realizado pela Seção de Assistência de Ensino (SAE) do Museu Nacional e pelo IFRJ, com o objetivo de promover discussões e reflexões sobre a inclusão de pessoas com deficiência e inclusão social no contexto dos espaços de educação formal e não formal. Por meio da apresentação de resultados de pesquisas, relatos de experiências e oficinas relacionadas à temática, buscou-se  promover a integração entre profissionais que estão pensando novas propostas de inclusão nesses espaços culturais.

 No primeiro dia, a  Mesa Redonda “MEDIAÇÃO E INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM MUSEUS” abordou as possibilidades de inclusão de  pessoas com deficiência em museus. Alguns pesquisadores da área relataram suas práticas para fazer com que seus locais de trabalho sejam mais inclusivos e os desafios que enfrentam ao realizar tais propostas. A máxima “nada para nós sem nós” foi contemplada com a presença de Camila Alves, educadora cega do Centro Cultural do Banco do Brasil – CCBB Educativo. Participaram da Mesa, Guilhermina Guabiraba (Chefe da SAE entre os anos de 2011 e 2016), Patrícia Lameirão (SAE-Museu Nacional), Vivian Rumjanek e Djane Cavalcanti, do Projeto Surdos – Acessibilidade para Surdos em Museus e Galerias do  Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis (IBqM)-UFRJ e  Katia Nunes do Instituto Helena Antipoff.

forum +1 (t)

Na parte da tarde foram realizadas quatro oficinas, que abordaram as seguintes temáticas: áudio-descrição, comunicação com surdos em museus, ensino de química e ciências naturais para pessoas com deficiência e elaboração de material didático sobre química para pessoas com deficiência visual.

forum +1 (t)-7

PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO NA ÁREA DE QUÍMICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL Coordenação: Profa. Ana Paula Sodré da Silva Estevão (IFRJ); Profa. Ana Paula Bernardo dos Santos (IFRJ); Prof. Aires Conceição da Silva (IBC); Profa.Vanessa de Souza Nogueira Penco (IFRJ); Anne Carolina da Silva Rocha e Thamiris Pereira Cid – Licenciandas em Química/Campus Duque de Caxias

 

forum +1 (t)-6

ACESSIBILIDADE EM MUSEU PARA SURDOS Coordenação: Profs. Tania Chalhub e Ricardo Janoário – Instituto Nacional de Educação de Surdos/ INES

forum-7

ACESSIBILIDADE EM MUSEU PARA SURDOS Coordenação: Profs. Tania Chalhub e Ricardo Janoário – Instituto Nacional de Educação de Surdos/ INES

 

forum +1 (t)-3

ÁUDIO-DESCRIÇÃO | Coordenação: Profa. Nadir da Silva Machado – Divisão de Produção de Material Especializado (DPME)-Livro Falado/ Instituto Benjamin Constant –IBC

Oficinas FORMANDO PROFESSORES DE QUÍMICA PARA A INCLUSÃO: PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS E ATIVIDADES PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL e ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS NA PERSPECTIVA INCLUSIVA (IFRJ)

Na abertura do segundo dia do evento, Bruna Cruz, Coordenadora e Renata Fontes Freire, Educadora do Programa Educativo do Museu das Telecomunicações – Oi Futuro apresentaram o relato da experiência bem sucedida referente ao lançamento do eixo AcessibilidadeS no Museu das Telecomunicações. Ao final de suas falas, alguns dos presentes foram premiados com exemplares da publicação AcessibilidadeS.

bruna_renata

A seguir, foi realizada a Mesa Redonda “MUSEU E INCLUSÃO SOCIOCULTURAL”. Nesta foram apresentados resultados de pesquisas e experiências que permitiram aprofundar discussões acerca das limitações e principalmente das potencialidades do trabalho realizado por museus em prol da inclusão sociocultural.  Participaram dessa Mesa, educadores de três diferentes museus do Rio de Janeiro: Museu da Vida, Museu de Astronomia e Ciências Afins e Museu de Arte Moderna, representados respectivamente por Diego Vaz Beviláqua, Sibele Cazelli e Luiz Pizarro. O debate foi enriquecido pela participação da Profa. Mariléia Franco Marinho Inoue, da Escola de Serviço Social da UFRJ e pelo Coordenador do Projeto Circulando Geral, da Prefeitura do Rio de Janeiro.

DSCN9613

Pela tarde, houve a apresentação de pôsteres que apresentaram resultados de estudos e relatos de experiências sobre acessibilidade cultural e inclusão sociocultural em espaços de educação formal e não formal, permitindo traçar um panorama do que está sendo pesquisado e pensando sobre o tema principal do evento. Os resumos aprovados pelo Comitê Científico do Fórum serão publicados em breve e disponibilizados aqui, no Blog da SAE.

Contamos também ao longo das atividades com a presença de pessoas com deficiência, relatando suas experiências como público.

No que diz respeito à experiência que os dois dias de evento proporcionaram, uma professora participante disse: “É importante assistir um evento como esse sendo realizado por um centro de ciências. Os museus e as escolas precisam se preparar para receber todo tipo de público. As pessoas com deficiência não são menos inteligentes e sim aprendem de outra forma.”

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s